Na ONU, Bolsonaro diz que Brasil abre as portas para religiosos expulsos da Nicarágua

  • 20/09/2022
Na ONU, Bolsonaro diz que Brasil abre as portas para religiosos expulsos da Nicarágua
Na ONU, Bolsonaro diz que Brasil abre as portas para religiosos expulsos da Nicarágua (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro fez, nesta terça-feira (20), o tradicional discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, EUA.

Bolsonaro destacou a liberdade de expressão e religiosa, defendida por sua administração.

“Tenho sido um defensor incondicional da liberdade de expressão. Além disso, no meu governo, o Brasil tem trabalhado para trazer o direito à liberdade de religião para o centro da agenda internacional de direitos humanos. É essencial garantir que todos tenham o direito de professar e praticar livremente sua orientação religiosa, sem discriminação.”

Em ataque direto à ditadura de Daniel Ortega, na Nicarágua, Bolsonaro anunciou que o Brasil “abre suas portas para acolher os padres e freiras católicos que têm sofrido cruel perseguição do regime ditatorial da Nicarágua”. “Outros valores fundamentais para a sociedade brasileira, com reflexo na pauta dos direitos humanos, são a defesa da família, do direito à vida desde a concepção, à legítima defesa e o repúdio à ideologia de gênero”, declarou.

Em seu Twitter, o presidente reforçou seu compromisso: "O Brasil não assistirá de braços cruzados a mais um episódio dessa perseguição diabólica contra cristãos promovida pela ditadura socialista da Nicarágua. Estamos prontos para acolher padres e freiras perseguidos, facilitando ainda mais seu ingresso e instalação em nosso país."

- O Brasil não assistirá de braços cruzados a mais um episódio dessa perseguição diabólica contra cristãos promovida pela ditadura socialista da Nicarágua. Estamos prontos para acolher padres e freiras perseguidos, facilitando ainda mais seu ingresso e instalação em nosso país.

— Jair M. Bolsonaro 2️⃣2️⃣ (@jairbolsonaro) September 20, 2022

Pandemia e economia

Sua fala foi pontuada por ações realizadas por seu governo ao longo de quase quatro anos, incluindo a gestão da saúde e a crise econômica em decorrência da pandemia.

Bolsonaro disse que seu governo “não poupou esforços para salvar vidas e preservar empregos e, como tantos outros países, concentramos nossa atenção, desde a primeira hora, em garantir um auxílio financeiro emergencial aos mais necessitados”.

O presidente exaltou o agronegócio, um dos responsáveis por equilibrar a economia e como o setor que participa do comércio externo com a missão de ajudar a alimentar o mundo. Temas como geração de empregos, políticas para estimular o ambiente de negócios e o empreendedorismo também foram citados.

“O Brasil foi pioneiro na implantação do 5G na América Latina”, informou Bolsonaro. “Coroando todo esse esforço de modernização da economia brasileira, estamos avançando, a passos largos, para o ingresso do Brasil como membro pleno da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a OCDE”.

Corrupção

Candidato à reeleição, Bolsonaro falou de problemas enfrentados pelo país há anos, como a “corrupção sistêmica” e declarou que esse Brasil faz parte do passado.

Pela corrupção na Petrobrás, Bolsonaro disse “delatores devolveram US$ 1 bilhão de dólares e pagamos para a bolsa americana outro bilhão por perdas de seus acionistas”.

Culpou a esquerda que presidiu o Brasil, promoveu o “endividamento da Petrobras por má gestão, loteamento político e desvios” que chegaram à casa dos US$ 170 bilhões de dólares.

Refugiados

O presidente lembrou que o “Brasil também tem um longo histórico de participação em missões de paz da ONU. De Suez a Angola, do Haiti ao Líbano, sempre estivemos ao lado da manutenção da paz.”

Bolsonaro falou sobre a “Operação Acolhida”, que recebe os vizinhos da Venezuela que buscam abrigo no Brasil.

“Já são mais de 350 mil venezuelanos que encontraram, em território brasileiro, assistência emergencial, proteção, documentação e a possibilidade de um recomeço. Todos têm acesso ao mercado de trabalho, a serviços públicos e a benefícios sociais”.

Esta foi a quarta vez que Bolsonaro discursa na Assembleia Geral da ONU, como presidente do Brasil.

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/noticias/na-onu-bolsonaro-diz-que-brasil-abre-portas-para-religiosos-expulsos-da-nicaragua.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 10

top1
1. VOU TE ADORAR

VALDILENE RODRIGUES

top2
2. VOCÊ VAI CANTAR

MARA LINHARES

top3
3. PERTENÇO A VOCÊ

CAIO HENRIQUE

top4
4. SEDE DE VITÓRIA

GRACY SANTOS

top5
5. Um novo Vencedor

Damares

top6
6. Deus e eu

Leandro Borges

top7
7. Penielr

Fernanda Brum

top8
8. Até aqui eu cheguei

Voz da Verdade

top9
9.

Midian Lima

top10
10. Deus é Deus

Delino Marçal


Anunciantes